domingo, 14 de abril de 2013

O verdadeiro holodomor que o capitalismo trouxe para a Ucrânia



Já é de costume a direita mentir sobre a URSS e Stalin com a falsa propaganda do holodomor, que claramente como de praxe eles repetem tudo que olham na imprensa burguesa e mais meios que a direita manipula com mentiras fatos sobre o único país do mundo e o único líder do mundo que existiram para governar e dedicar todos os recursos para a classe popular proletária, ao contrário dos países capitalistas que trabalham para a elite oligarca e escraviza o trabalhador.

Aqui você verá o que a direita em vários anos nunca conseguiu fazer, provar com fatos e principalmente com fotos! você verá o que o capitalismo trouxe na Ucrânia depois da URSS, a Ucrânia atual como tanto a direita fala, “livre e independente”. O verdadeiro holodomor que os ucranianos estão vivendo e infelizmente irão viver enquanto essa ditadura assassina continuar existindo.

O que o capitalismo trouxe para a Ucrânia?

Fábrica abandonada

 Em 1991 eram fabricados 193.000 automóveis; em 2011 somente 10.000. A produção do papel foi em 1991 e 353.000 toneladas, enquanto que em 2011 foi de 33.000 toneladas. Em 1991 fabricaram 1.030 milhões metros quadrados de tecidos, enquanto em 2011 foram de 89 milhões.

Fábrica de modernos tanques soviéticos abandonada em Kharkiv
A população da Ucrânia era em 1991 de 52 milhões de pessoas, enquanto em 2011 baixou para 45 milhões.

O povo ucraniano vive em condições miseráveis como essa, desde o fim da URSS com a implantação do capitalismo

A Ucrânia é o líder europeu no alcoolismo infantil e no aumento da AIDS.

Na Ucrânia existem 2 milhões de viciados em drogas e mais de 50.000 prostituas, das quais que de uma de cada seis é menor de idade. Por acaso elas escolheram esse “trabalho”?

Em Kiev, por exemplo, o Ministério da Saúde ucraniano estimou que em 2006 o número de usuários de drogas injetáveis era de 49%, isso só em 2006 e também na capital estavam também os infectados pelo vírus HIV porque o próprio Ministério advertia que futuramente a tendência desses números poderia aumentar.

Na Ucrânia, o número de soropositivos é tão elevado que no país aproxima perigosamente o limite de uma epidemia generalizada. Os investigadores calculam que no país, entre 38,5 e 50,3% dos usuários de drogas injetáveis vivem com a AIDS e 1,3% da população adulta geral é soropositiva, o que faz da Ucrânia o país da Europa com mais soropositivos.

Também é preocupante os planos de fechar o principal centro de tratamento as vítimas do vírus HIV/AIDS, no ano passado foi um sinal de que os novos líderes da Ucrânia se afastam das estratégias positivas de seus predecessores para combater a doença mortal..

Agora veremos os resultados desses infelizes resultados que o capitalismo trouxe para a Ucrânia...

Jovem portador do vírus da AIDS em coma em Kryvyi Rih


  
Um grupo de pessoas infectadas pelo HIV e seus filhos
preferem não mostrar os seus rostos em Odessa

Em Kharkiv, Svetlana de 33 anos, está tentando se livrar do vício das drogas
Ela perdeu o maxilar inferior, devido à infecção causada por medicamentos.

Também em Kharkiv viciado prepara a droga injetável
o número de viciados no país é preocupante devido ao rápido crescimento

Um grupo de moradores de rua em Odessa, Drogas e álcool é uma forma
que muitos usam para esquecer os problemas. 30% estão infectados pelo HIV, segundo a UNICEF
metade de um milhão das crianças moram nas ruas da Ucrânia. A quantidade de garotas é menor que os garotos
a maioria das garotas se tornam prostitutas para o fim de tentar ganhar a vida.

Em Kryvyi Rih, Maria viciada em drogas é uma prostitua, Maria usa drogas todos os dias
 o seu “trabalho” é a única maneira de ganhar a vida e grande parte do dinheiro serve para comprar mais drogas

Apesar do baixo recurso a equipe médica faz de tudo para controlar e reduzir o número
de infectados pelo vírus HIV. Em Odessa membros da equipe médica oferecem ajuda para fazer testes de HIV

Em Poltava prostitua viciada e portadora do vírus HIV em frente de sua casa
antes de “ir trabalhar”.

Cenas como essas são comuns na Ucrânia capitalista, com o alto desemprego
a prostituição é a única solução que a mulheres conseguem encontrar para sobreviver
os homens em sua maioria gerencia o tráfico de pessoas e quando não são pessoas é o de drogas

Em Poltava, casal de viciados vivem em um precário apartamento, devido as infeccções
sua perna já passou por inúmeras cirurgias

Também em Poltava, um viciado em drogas está tentando tratar a sua perna
afetada por sepse em seu apartamento totalmente precário.
 Sua mãe de 80 anos é a única que presta assistência

Em Kiev, um hospital em precárias condições para as pessoas que sofrem de tuberculoso.
a maioria dos pacientes são viciados em drogas e pessoas sem condições financeiras.
A falta de investimento do governo é comum, até mesmo na capital do país, como podemos observar na foto

Pacientes com um estado crítico da AIDS morrem ao serem confinados no leito
desse hospital em Kiev, é a única maneira de afastar os infectados pelo vírus
com os outros pacientes

A situação ainda é pior nesse hospital de Kherson, onde pessoas
com o vírus da AIDS são tratadas sem nenhum recurso. Faltam
equipamentos para fazer testes e inclusive medicamentos. Muitos
dos remédios e dos resultados dos testes de sangue são enviados para Odessa e muitos dos pacientes acabam morrendo devido a demora dos recursos que são cedidos de Odessa


Hospital em condições de extrema precariedade em Kryvyi Rih
mas cenas como essas podem ser vistas em Kiev, Dontesk, Kharkiv, Odessa, Poltava...
 praticamente em toda Ucrânia

Sergey ajuda seu amigo parcialmente paralisado para dar um banho em um centro
de reabilitação, devido as drogas e o medicamentos à base de efedrina resultou em paralisia no corpo
e as drogas causaram danos permanentes no sistema nervoso no amigo de Sergey, reparem no quadro de Lenin apesar
da miséria e a desgraça que vivem causadas pelo capitalismo muitos ainda acreditam que futuramente o socialismo possa
voltar, como nos tempos da URSS, para melhorar a vida da população ucraniana

Alexander infectado pelo vírus HIV dá banho para sua mãe, Alexander se preocupa com ela
mas ele também tem medo da doença progredir e assim não poder ajudar a pobre sonha que está bastante debilitada

Em Donetsk, Alina de apenas 10 anos foi infectada pelo vírus HIV devido aos seus pais
serem viciados em drogas, a garotinha está sendo examinada em um laboratório que a avó leva, a avó entrou
na justiça para ficar com a guarda da menina, porque os pais sem condições claras devido as drogas vivem nas ruas de Donetsk

Em Odessa, dois irmãos vivem na extrema pobreza. Sua mãe é alcoólatra e agressiva.
Indiferença e tratamento agressivo por parte dos pais é a razão pela qual tantas crianças fogem de casa
e cedo já se tornam moradores de rua

Orfanato para crianças infectadas pelo HIV em Donetsk, na Ucrânia crianças infectadas com o HIV de seus pais em sua maioria são órfãs que recebem tratamento médico nos orfanatos

Orfanato em Chernivtsi tem recebido crianças infectadas pelo HIV desde 2002
devido a esse fato é o único orfanato na Ucrânia que aceitam crianças infectadas pelo vírus



Quem é o culpado de tudo isso?
QUEM É O CULPADO?
O CULPADO É O CAPITALISMO!

É muito curioso ver o que acontece com um país quando ele deixa de ser socialista, são essas as consequências das revoluções coloridas apoiadas pela direita com o fim da URSS e apoiadas também pelos falsos “socialistas”, são esses os efeitos do capitalismo na Ucrânia “livre e independente” esse é o verdadeiro holodomor que o capitalismo trouxe para o país, onde suas vítimas cada dia aumenta e infelizmente esses números nunca poderão ser fixos para as estatísticas, afinal a ditadura capitalista permite que esses números sejam atualizados todos os dias em Kharkiv, em Odessa, em Kiev, em Kryviy Rih, em Donetsk... em toda Ucrânia, mas não só na Ucrânia. Enquanto existir a ditadura que trabalha para os oligarcas e para o dinheiro, para humilhar e escravizar o trabalhador, infelizmente essas fotos não só serão da Ucrânia mas serão de todas as nações que infelizmente essa ditadura assassina predomina.



Fonte: http://demoscope.ru/weekly/2002/051/panorama01.php

26 comentários:

  1. Desde Galiza, muito boa informaçao. Liguei esta entrada no blogue tambem comunista: aqueloutras.blogspot.com

    Saúde!

    ResponderExcluir
  2. Comunistas de merda vocês são os mesmo que morreram em toruta nos porões da ditadura militar,pois a morte ainda é pouca para um maldito comunista,essa reportagem foi montada,quem é responsável pelo aumento da aids no mundo são os proprios esquerdistas filhos da puta que promovem a promiscuidade e imoralidade da população.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca vi em um só país socialista, principalmente na URSS prostitutas promovendo a mais absurda humilhação de seus corpos por trocas de míseras quantias financeiras.

      Excluir
    2. Isso nao é o holodomor que o capitalismo está deixando, e sim os resquícios que o nojento socialismo deixou para o país e que até hoje ainda nao foi superado, ou voce acha perfeito pessoas morrendo de fome por que nao podem comer o que produzem ? Vá se tratar !

      Excluir
    3. Vá se tratar você, é claro que é o holodomor. Mas para idiotas direitistas que não sabem nem do Brasil direito, se acham o expert sobre a Ucrânia, basta ver atualmente. O país está em crise e dividido em uma parte pró-Rússia e outra pró-ocidente. O curioso disso? ainda insistem dizer que a Ucrânia é “livre e independente”.

      Excluir
  3. a dissiminação da AIDS e das dorgas pelo mundo é culpa dos progressistas de esuqerda e dessa ideia de retardado que todo mundo pode tudo.Depois querem colocar culpa no capitalismo,só sendo muito burro mesmo pra cair nessa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais burro ainda é querer culpar a esquerda pela existência da AIDS, não sabia que ideologia política tinha pênis e vagina para transarem.

      Excluir
    2. Odiado comuna, voces esquerdinhas que incentivam a promiscuidade e a putaria, ou vai dizer que são os direitas conservadores que incentivam orgias (homossexuais ou gays, nao importa) sem proteção para depois ir defender o aborto, a ideologia socialista cria os problemas, joga a culpa no capitalismo e diz que a solução é o socialismo

      Excluir
    3. O mais engraçado caro patife, que o aumento do número da AIDS e da pobreza na Ucrânia, foi 4 anos depois do fim da URSS, você por acaso viu os gráficos no link abaixo da matéria? você não passa de mais um reaçonildo que nunca atura a verdade, pare de ser alienado e se informe nas fontes com provas e fotos não um trouxa qualquer, que escreve bosta com merda e acha que sabe qualquer assunto.

      Excluir
  4. O comunismo de fachada, promovido pela URSS,exterminou quase a metade de sua população, para assim, manter aquele regime de severa escravidão, pois todos, de uma forma ou de outra, trabalhavam de graça para o estado,a qualidade e produção só era mantida, através de uma metralhadora na nuca, ou terríveis privações que eram impostas a aqueles que não podiam trabalhar,ou atingir uma determinada cota produtiva.
    O capitalismo não é a salvação da humanidade,mas através dele,podemos escolher a mizeria como nas fotos acima,ou a prosperidade em todos os sentidos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Disse tudo e ainda reitero, “O capitalismo não é a salvação da humanidade,mas através dele,podemos escolher a mizeria como nas fotos acima,ou a prosperidade em todos os sentidos.”

      O capitalista é a desgraça da humanidade, seus defensores são além do mesmos, os verdadeiros masoquistas.

      Excluir
    2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

      Excluir
  5. Lamentável que o povo ainda queira ser marionete da OTAN e da Merkel.
    Esperar o que? do povo que recebeu os nazistas com flores...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente Giuliano, basta ver a atua situação da Ucrânia, perdida e dividida. Abraços e feliz 2014!

      Excluir
  6. Respostas
    1. Cadeia e com camisa de força para os loucos direitistas que vem pagar de intrusos.

      Excluir
    2. Um texto de bosta escrito por um babaca que com certeza chupa o pau do assassino do che Guevara. Já morou na Ucrânia? Já morou na Coreia do Norte? Já morou em Cuba? Afirmo com todas as palavras que NAO! Vc nem conhece esses países. Se conhecesse estaria idolatrando o capitalismo. Onde ha paz nesses países? Eles são o resto do lixo, cheios de conflitos internos, pessoas fugindo para morar em outros países. onde esta a igualdade? Se trabalha muito ganha o mesmo do que trabalha pouco. Você dono desta merda não passa de um lixo desta sociedade, defende seus ideais socialistas, olhando somente para o seu umbigo e com sua cabeça torpe de tanto fumar maconha. É bom que vá mesmo pra Coreia do Norte que o desejo de voltar pro capitalismo do Brasil vai chegar rapidinho. Você é o típico brasileiro desgraçado que ao invés de fazer o seu melhor para a sociedade prefere culpar o sistema.

      Excluir
  7. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Penúltimo dia do ano e o reaçonoildo de butique vem pagar de intruso, vai arrumar mulher que tu ganhas mais!

      Excluir
  8. Esta é uma amostra clara da ausência de mínima capacidade crítica.

    ResponderExcluir
  9. http://traditio-ru.org/wiki/%D0%93%D0%BE%D0%BB%D0%BE%D0%B4%D0%BE%D0%BC%D0%BE%D1%80

    ResponderExcluir
  10. Olha cara, a URSS foi mais uma modernização recuperadora.
    Ela introduziu a Rússia na modernização capitalista, como a Alemanha tinha feito no XIX com seu capitalismo de estado.
    A URSS continuou se baseando no regime de trabalho abstrato, que é o que caracteriza o capitalismo.
    Continuou se baseando na lógica do valor que se valoriza, mesmo que tenha tentado acabar com o regime monetário por um tempo (o que não faz diferença alguma se a lógica de produção de mercadorias não muda)
    Acho que voce deveria ler os Grundrisse principalmente o Fragmento sobre as Máquinas

    ResponderExcluir
  11. A URSS não tinha condições de acabar com o trabalho abstrato, na verdade, nenhum país do mundo tinha até a revolução da microeletrônica da década de 70. Mas nessa época o regime produtivo da URSS já estava atrasado, um fordismo totalmente anacrônico.
    Como eu disse, é melhor você ler os Grundrisse antes de começar a falar sobre URSS
    Abraços

    ResponderExcluir
  12. A vida e bela, por isso, nao discuta com um comunista, manda tomar no cu e pronto.

    ResponderExcluir
  13. O que dizer de ativistas ridículos no Brasil e no mundo? Direita ou esquerda? Capitalistas ou Comunistas?
    O que dizer do LGBT, MST e tantos outros movimentos facciosos, lutando uma guerra ardilosa, perversa e suja contra os bons costumes? Dizer que tudo isto é para defender as minorias que nunca tiveram direitos e que sempre estiveram a margem da sociedade? Poupe-me, vocês são ridículos e sua causa comunista é a mais suja e sanguinária que já existiu! Qualquer que abraça ou apoia a causa comunista também sujará suas mãos de sangue e da culpa dos inocentes.
    Malditos todos aqueles que a título da defesa nefasta da ideologia do mal, ruminam seus venenos, planejando em suas mentes podres todo plano contra as famílias de bem. Classe de merda, que a título de direitos humanos defendem bandidos que matam, estupram e pervertem a sociedade! Mentes demoníacas que propagam atos de imoralidade e perversidade.

    Um dia vocês estarão, todos no mesmo lugar, pois do Juízo do Deus único e verdadeiro, jamais poderão escapar. Estou falando do Deus que vocês dizem não existir, mas que em cima de um leito de morte, todos acabam tendo um vislumbre da eternidade sem sua presença.

    ResponderExcluir