sábado, 31 de dezembro de 2011

Feliz ano novo, por um 2012 cheio de lutas, resistências, revoluções e vitórias!!!


Até que enfim hoje é o último dia de 2011, um ano que aconteceu muita coisa ruim para nós comunistas, perdemos pessoas dignas de respeito, pessoas que até o fim de suas vidas lutaram e resistiram a todo tipo de desafios, entre essas pessoas que se foram nesse maldito ano temos de exemplo: Ludo Martens, Andrei Micu, Muammar Gaddafi e recentemente o camarada Kim Jong Il. 2011 foi o ano que a direitalha fez a festa despertando o seu ódio e com a sua falta de educação (como sempre) comemorando a morte dessas pessoas, principalmente os camaradas Gaddafi e Kim Jong Il. Mas 2012 é amanhã! 2012 sem dúvidas alguma será um ano bem melhor, de exemplo temos o centenário do Grande Líder e herói do povo coreano, Kim Il Sung e entre mais coisas maravilhosas que irá ocorrer a partir de amanhã, que 2012 seja um ano de lutas, resistências, revoluções e vitórias e para encerrar, uma mensagem de ano novo do camarada Nicolae Ceauşescu, que eternamente estará vivo nos corações do povo romeno e nos corações dos verdadeiros comunistas! Nada melhor que começar o ano inspirado com uma mensagem de um grande comunista e defensor da igualdade para todos como foi o camarada Ceauşescu  =D


quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Alejandro Cao de Benós enfrentando os jornalistas do manipulador canal espanhol La Sexta

O camarada Alejandro Cao de Benós foi convidado para uma entrevista com os jornalistas “profissionais e imparciais” do canal espanhol La Sexta, no programa chamado Al Rojo Vivo. Durante o debate ele desmascara tudo o que a mídia fala a respeito sobre a Coreia do Norte, com argumentos claros e objetivos as mesmas papagaiadas absurdas que os meios “profissionais” da imprensa ocidental fala sobre a Coreia do Norte.

domingo, 25 de dezembro de 2011

A Romênia 22 anos depois da morte de Ceauşescu e do golpe de estado capitali$ta



Podemos notar que a mídia evita falar da Romênia, tanto pra falar dela atualmente como para falar de sua história. Isso é claro, nos dias de hoje o país vive em condições miseráveis, o seu povo vive na pobreza e os trabalhadores não são respeitados. A Romênia tem o segundo pior salário da União Européia perde apenas para a Bulgária. Muitos romenos acabam deixando o país para tentar ter uma “vida melhor” em outros países europeus, onde piora tudo. Os romenos passam por humilhações ou até mesmo com situações de xenofobia pelos outros que argumentam que ali não é o lugar deles, que volte para o seu país.

A Romênia nos dias de hoje é o claro exemplo de que o $i$tema capitali$ta faz, uma minoria rica e que manda em todos, no caso da Romênia são os políticos e os “senhores do dinheiro” e a maioria, o povo, que não tem direito nenhum, luta todos os dias para conseguir um mísero trocado para não morrer de fome, dinheiro esse que o seu patrão explorador lhe paga achando que isso é o suficiente para o seu trabalhador viver, Quem tem que escolher o salário é o trabalhador e não um filho da puta explorador que ainda por cima te cobra e te exige mais trabalho, enquanto o trabalhador fica quase se matando o burguês capitalista fica contando o “seu” dinheiro.

A Romênia durante os seus tempos socialistas foi um país que não era comandado por oligarcas ou pessoas do dinheiro, mas sim pelo POVO! Um país que se tornou exemplo depois que o bravo povo romeno junto com os soldados do exército vermelho expulsaram os ratos fascistas do país. A partir daí a Romênia foi um país próspero, independente e o principal, DEMOCRÁTICO!

Durante a era do grande presidente Nicolae Ceauşescu que foi covardemente assassinado, depois de um falso tribunal, condenados pelos traidores, vigaristas e aproveitadores do PCR com o claro objetivo de eliminar Ceauşescu de seus planos para “democratizar” a Romênia, democracia de roubar o dinheiro do povo, democracia de explorar o trabalhador, democracia para privatizar tudo e a democracia da manipulação midiática. Durante a época de ouro de Ceauşescu, os romenos não pagavam NADA, tinha tudo o que todo cidadão tem a obrigação de ter em seu país: Educação, Moradia, Emprego, Saúde de GRAÇA e de QUALIDADE.

 Isso Ceauşescu deu para o povo romeno, não é a toa que ele é querido até hoje pelos romenos, de exemplo temos a pesquisa feita que divulguei aqui no blog, que para os romenos Nicolae Ceauşescu foi o melhor presidente da história da Romênia. Ceauşescu dedicou toda a sua vida para o povo romeno e nada mais que isso, infelizmente Ceauşescu por sua humildade e bondade teve dois erros fatais, que lhe custaram a sua vida em 1989 durante o golpe de estado capitalista: Confiar nos membros do PCR (que eram na verdade aproveitadores, vigaristas e pequenos burgueses que queria o poder de ser presidente de um país avançado como era a Romênia durante seu tempo socialista) entre esses membros estava o traidor Ion Iliescu, estranhamente assim que Ceauşescu foi brutalmente assassinado, assumiu a presidência da Romênia.

Outro erro que Ceauşescu cometeu foi querer dialogar com o ocidente, mesmo erro que o Leão do deserto Muammar Gaddafi cometeu, mas levemos em conta que eles fizeram querendo o melhor de seus países e é claro para os seus povos. Porém os ratos do ocidente não admitem que nenhum país (a não ser o deles ou os seus aliados) tenham desenvolvimentos e excelentes condições de vida. Eles se unem e usam as suas armas principais para atacarem os países: Manipulação da mídia e invasões ou intervenções “democráticas”. Essa é a democracia deles, invadem, saqueia, matam milhares de civis inocentes, matam o chefe de estado e ainda dizem que isso tudo é em prol da “democracia e da liberdade”. E isso foi o que ocorreu e continua acontecendo, Foi assim na Romênia, Iraque e atualmente na Líbia, e estão querendo fazer o mesmo com o Irã e a Síria.

É por isso que a mídia ocidental com sua “imparcialidade” evita falar da Romênia, isso porque o país é membro da União Européia. Evita falar das maravilhas que o socialismo trouxe para o país como também evita falar das “maravilhas” que o golpe de estado capitalista trouxe para o país.

Termino o post com esse excelente vídeo que fiz sobre a Romênia 22 anos depois do golpe de estado capitali$ta de 1989, com esse vídeo você sem dúvida nenhuma vai entender o que postei aqui.

sábado, 24 de dezembro de 2011

Para o natal deste ano e aos próximos que virão...

Uma excelente mensagem realista sobre o natal que vi num blog espanhol, os créditos vão todos para Diego Mena, uma mensagem clara e objetiva sobre a maior festa do capitalismo.



BOICOTE O NATAL!!!, BOICOTE UMA FESTA QUE ESSE $I$TEMA CONSEGUE MANIPULAR MUITA GENTE, VOCÊ CELEBRA O NATAL? PARABÉNS! VOCÊ ESTÁ CONTRIBUINDO PARA MAIS EXPLORAÇÕES CONTRA OS TRABALHADORES, CONTRIBUINDO PARA MAIS DESIGUALDADES SOCIAIS E O PRINCIPAL, MANTÉM VIVO O CAPITALI$MO!

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Excelente entrevista de Alejandro Cao de Benos sobre a morte de Kim Jong Il

A entrevista de Alejandro Cao de Benos depois da morte inesperada de Kim Jong Il. Alejandro Cao de Benos é um espanhol que faz parte do governo coreano, e que nos fala sobre a realidade da Coreia Democrática, e não como muitas mentiras das propagandas que logo reproduzem os meios de desinformação a serviço da classe dominante capitalista. Apesar da morte de Kim Jong Il, os cachorros terão que continuar latindo e cheios de raiva porque o povo coreano continuará construindo o socialismo seja quem for seu líder, e trabalhando pela unificação da península da Coreia, para liberar os irmãos do sul do jugo capitalista

Acompanhe aqui essa maravilhosa entrevista, e vindo de uma pessoa que vive lá, não de certos seres que vão fazer turismo e defecam mentiras absurdas sobre esse maravilhoso país, entrevista feita com alguém que fala da Coreia do Norte com conhecimento. Ao contrário de muitos que falam de um país sem se quer conhecer-lo, que nunca se quer colocaram os pés neste país. O curioso é que se ninguém pode entrar na Coreia do Norte, como sabem tanto do país? Como sabem que as pessoas fingiram que chorava durante a morte de Kim Jong Il? E o Alejandro sim pode falar, ele conhece de cor e salteado o país portanto tem MORAL não como outras pessoas e certos meios de alienação.




Fonte:

Na Coreia morreu um homem do povo, na República Checa um intelectual do fascismo



Poucas horas depois no qual falecia Vaclav Havel, chegou a notícia da morte do camarada, Kim Jong Il, a consequência de sua morte foi um infarto.

O primeiro foi um servo da ditadura capitalista, o segundo esteve entregado a causa da democracia popular. O primeiro foi um intelectual do fascismo, o segundo um lutador anti-imperialista.

A morte do primeiro nos deixa claro: era um cachorro. A morte do segundo a sentimos profundamente: era um homem.

Sentimos nos nossos corações a dor profunda que estão passando os nossos irmãos da Coreia.

DESCANSE EM PAZ QUERIDO LÍDER!

Soldados americanos assassinaram uma mulher grávida no Afeganistão



Soldados estadunidenses assassinaram no último sábado (17/12) uma mulher grávida (foto) e feriram outras quatro.

O crime foi cometido durante uma operação militar no sudeste da província afegã de Paktia.

Ruhollah Samon, porta-voz do governo da província de Paktia, condenou o ataque e disse que as autoridades estão “investigando” o incidente.

Pois é amigos, assim agem os “democratas libertários”, malditos sejam os imperialistas e suas guerras assassinas!!!

Ah e a ONU o que faz? NADA (como sempre fez...)

Fonte:

http://www.presstv.ir/detail/216210.html

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Chegou o presente de Natal que a tucanada mais temia, A Privataria tucana!


A privataria da demotucanalha, Presente de Natal do Zé pedágio: saiu o livro do Amaury! Chegou o presente de Natal que a tucanada mais temia.

Excelente comentário de Bob Fernandes da TV gazeta:

“Sete ministros da presidente Dilma já caíram. sempre em razão de denúncias de corrupção ou tráfico de influência. Em todos os casos, a mídia cumpriu seu papel. Investigou e manchetou. Impiedosamente. A oposição botou a boca no trombone, como lhe cabe fazer. Mas desde sexta-feira o que se ouve é um Estrondoso Silêncio.
Sexta-feira chegou às livrarias “A privataria tucana”.
De autoria do jornalista Amaury Ribeiro Jr, o livro trata de um milionário esquema de lavagem de dinheiro. Dinheiro que seria fruto de operações desde a época em que, no governo Fernando Henrique, o Brasil privatizou seu setor de telefonia.
O livro tem 340 páginas: 112 páginas são documentos. Documentos confidenciais da CPI do Banestado, documentos obtidos em juntas comercias, e em paraísos fiscais. Personagens centrais do livro são o ex-diretor do Banco do Brasil, Ricardo Sérgio de Oliveira, e José Serra. Serra e alguns dos seus familiares.
Também na sexta-feira, a revista Carta Capital chegou às bancas com o mesmo tema: o livro de Amaury. Na sexta a revista Terra Magazine entrevistou Amaury, no sábado o jornal da Gazeta informou, as redes sociais debatem desde então. E é só. Nenhuma notícia nos telejornais, jornais, na chamada Grande Mídia. Só um silêncio ensurdecedor.
Se murmura que faltaria credibilidade a Amaury Ribeiro. Isso por ele ter sido indiciado pela Polícia Federal. Há um ano, sob acusação de espionar Serra e sua família. Em seu livro, Amaury diz que investigava, isso sim, era a espionagem no ninho tucano. Da campanha de Serra contra Aécio Neves.
Perguntas: alguém invocou credibilidade do Sombra, aquele que recebia e pagava e levou à queda do governador Arruda? E quando Roberto Jefferson denunciou o chamado mensalão? Os motivos que o levaram à denúncia, a sua carreira até então, silenciaram o noticiário? Não. E nem deveriam silenciar.
O policial João Dias, que recebia dinheiro como confessou, há pouco levou à queda do ministro dos Esportes, Orlando Silva. O policial fez a denúncia dizendo ter um vídeo onde entregava dinheiro para o ministro ou os seus.
O vídeo não existe. Mas o noticiário seguiu, fatos surgiram e o ministro caiu.
E Paulo Lacerda? O íntegro, o competentíssimo, honesto delegado que refundou a Polícia Federal? Lacerda deixou a Abin, foi para o exílio em Portugal por conta de um grampo eletrônico que nunca existiu. Mas que serviu para começar a matar a operação Satiagraha. Aquela que prendeu Daniel Dantas. Dantas que também está no livro.
Os citados no livro A Privataria Tucana seguem em silêncio. A mídia, sempre pronta para invertigar e manchetar, segue em silêncio. Um silêncio estrondoso. Se continuar assim, um silêncio profundamente revelador”.



Esgotado!!!


Quem quiser o livro de Amaury Ribeiro, que expõe um suposto esquema de lavagem de dinheiro envolvendo altos nomes do tucanato, terá que se contentar com a versão digital, por enquanto. Acontece que todos os 15 mil exemplares da primeira edição já esgotaram. A Editora Geração já prepara a segunda tiragem, desta vez em 30 mil livros. Isso tudo sem uma notinha sequer na televisão (Por que será hein?)

E CADÊ A MATÉRIA DE PRIMEIRA CAPA DO ESTADÃO, VEJA. FOLHA OU O GLOBO?

P$DB, ESTADÃO, FOLHA, GLOBO, VEJA E SUAS GANGS: OS VERDADEIROS RATOS DESTE PAÍS!

Lembrando que o Estadão escondeu a notícia sobre o livro numa página qualquer do site. Se fosse notícia do “outro lado” sem dúvidas alguma estampariam na home em letras garrafais. Podemos ver que a mídia no Brasil é muito “profissional” e PRINCIPALMENTE “IMPARCIAL”.


Fonte: http://www.jb.com.br/informe-jb/noticias/2011/12/13/esgotado-nas-livrarias-a-privataria-tucana-e-esquecido-na-midia/

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Irã mostra ao mundo o drone estadunidense capturado


Praticamente intacto, o drone (avião não tripulado) não foi derrubado, mas interceptado mediante um ataque de software que o obrigou a aterrizar. A imagem mostra um oficial de Teerã ao lado do general Ami Ali Hajizadeh observando o avião abatido. No qual é capaz de voar e até atacar à distância, sem nenhuma pessoa a bordo.

Lembrando que a televisão estatal do país divulgou ontem (08/12) o vídeo de um avião não tripulado que estava realizando tarefas de espionagem. A gravação de mais de dois minutos mostrou os militares iranianos inspecionando o avião de espionagem drone RQ-170.

A rádio oficial iraniana disse que o avião foi detectado quando sobrevoava o povoado oriental de Kashmar, aproximadamente 225 quilômetros da fronteira com o Afeganistão.

Hoje o Irã pediu à ONU que condenasse os EUA por violar o seu espaço aéreo, o país garante que o avião ultrapassou 250 quilômetros do território iraniano, antes de ser capturado.

Os EUA e a OTAN dizem ter perdido o contato com uma aeronave, na fronteira com o Afeganistão, mas não confirmam o modelo do aparelho ou se ele foi derrubado (Vocês acham mesmo que eles irão confirmar).

Porém uma coisa é certa, 99,99 % certo que a ONU não irá condenar nada, tá na cara isso. Esperar punição da ONU aos EUA é utopia, afinal sabemos bem que a ONU é cachorrinho dos EUA e pau mandada de Israel.

 

Coreia do Norte está construindo um míssil intercontinental capaz de alcançar os EUA


O jornal The Washington Post disse que a Coreia do Norte está construindo um míssil balístico intercontinental capaz de alcançar os EUA.

Segundo o artigo, cinco legisladores republicanos revelaram a informação em uma carta enviada ao Pentágono. Os mísseis móveis, no qual supostamente estão sendo desenvolvidos pela Coreia do Norte, são mais difíceis de serem localizados.

Sim é certo, que nos alegramos até porque essa é a única linguagem que os imperialistas respeitam, A das armas. Se bem que temos que ficar atentos, já que pode ser também um pretexto dos EUA para iniciar um ataque contra a Coreia do Norte, no qual seria muito ruim para Washington. Vide a fracassada mentira que eles mesmos inventarem sobre um suposto plano terrorista iraniano, que eu mesmo divulguei aqui no blog.

Desejamos sinceramente que se imponha a paz e o bom senso e que as forças bélicas do imperialismo possam ser detidas a tempo antes de se iniciar um holocausto nuclear, custando a vida de milhões de civis inocentes.

Fontes:



segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Até os próprios presidentes dos EUA temeram o desenvolvimento do capitalismo

A sociedade burguesa ainda estava muito pouco desenvolvida e ainda só poderia deduzir o que poderia ser transformado. O certo é que é muito interessante que nada menos que dois presidentes dos Estados Unidos da América começaram a ter medo do sistema que eles mesmos defendiam.

Isto não é apenas uma prova de que o capitalismo, como sistema, está baseado em uma série de forças que escapa de todo o controle social e político, ou seja, o famoso caos capitalista.



“Os poderes do dinheiro está sobre a nação em tempos de paz, e conspiram contra ela em tempos de adversidade. São mais despóticos que a monarquia, mais insolentes que uma autocracia, mais egoístas que a burocracia. Vejo no futuro próximo uma crise se aproximando, que me deixa nervoso e uma causa que trema pela segurança do meu país. As corporações ficaram no trono, uma era de corrupção irá seguir e o poder do dinheiro do país se esforçará para prolongar seu reinado trabalhando sobre os prejuízos do povo, até que a riqueza seja reunida em umas poucas mãos e a República seja destruída.”

Abraham Lincoln, 1886



“Eu acredito que as instituições bancárias são mais perigosas para nossas liberdades que os exércitos em pé. Se o povo estadunidense permite alguma vez que os bancos privados controlem a matéria de sua moeda, primeiro pela inflação, logo pela deflação, os bancos e as corporações que crescerão ao redor dos bancos privarão o povo de toda propriedade até que seus filhos se despertem sem lar no continente que seus pais conquistaram.”

Thomas Jefferson, 1802

Fontes:

http://www.servelec.net/lincoln.htm

http://www.quotationspage.com/quote/37700.html

http://iberiarebelde.blogspot.com/2011/12/incluso-presidentes-de-los-eeuu.html

Descanse em paz magrão!

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

A BBC propõe fuzilar os grevistas britânicos

A rede britânica BBC teve que pedir desculpas publicamente pelos comentários de um dos seus apresentadores, no qual declarou que deveria fuzilar os manifestantes que “se atrevem a declarar greve”.

“Teria que dar um tiro. Eu os executaria na frente de suas famílias. Como se atrevem a declarar greve?”, falou Jeremy Clarkson, estrela do popular programa 'Top Gear', referindo-se as manifestações sem precedentes contra os recortes nas pensões do setor público que teve no Reino Unido na quarta-feira (30/11).



O jornalista Clarkson, especialista do mundo do motor, é amplamente conhecido por seus comentários provocativos e um sentido de humor negro. Ao mesmo tempo, o programa 'Top Gear' conta com uma larga lista de queixas, devida as frequentes piadinhas que ofendem os polacos, alemães, australianos, espanhóis e italianos, baseando-se em estereótipos e a xenofobia.

Mais de dois milhões de empregados no setor público do Reino Unido protagonizaram a maior greve em Londres das últimas décadas, em protesto contra a reforma dos planos das pensões impostas pelo Governo.
A Polícia informou que houve 75 detenções na manifestação por diversos delitos.



É o que a burguesia pensa fazer, o ódio dela pelos trabalhadores que se rebelam (com razão) contra as explorações do capital, sendo que querendo ou não os trabalhadores são quem sustenta esses porcos, são quem fazem os trabalhos que eles não teriam capacidade de fazer e de sobra quando se espera algo, vem uns míseros trocados pelo trabalho que o proletário fez. Sendo que quem deveria ter a maior parte do lucro era o trabalhador que deu a sua força e não aquele burguês que não faz nada, além de ficar sentado na cadeira e impor mais ordens.

Fontes:

http://multimedia.telesurtv.net/1/12/2011/60276/presentador-de-bbc-propone-fusilar-a-huelguistas-britanicos/

http://actualidad.rt.com/actualidad/internacional/issue_33062.html

Islândia reconhece a Palestina como estado independente


A Islândia se tornou o primeiro país europeu a reconhecer o estado palestino. O ministro de Assuntos Exteriores da Islândia, Ossur Skarphedinsson, informou que a decisão parlamentaria terminou com 38 votos e 13 decidiram abster-se, ainda que antes de fazer uma declaração oficial, discutirá a decisão com outros países nórdicos.
O reconhecimento islandês, segundo o comunicado do Ministério das Relações Exteriores, exige a volta das fronteiras de 1967 antes da guerra dos seis dias e a aceitação da Organização para a Liberação da Palestina, OLP, como único representante legítimo do Estado. A Câmara, ademais, pede aos israelenses e os palestinos que acelerem os passos para chegar a um acordo de paz (algo difícil tendo em conta o arbitrário e o beneficioso que é para Israel que Gaza e Cisjordânia seja um grande campo de concentração em suas mãos).

O gesto da Islândia chega um mês depois que a UNESCO aceitava a Palestina como Estado membro de pleno direito. Aquele movimento provocou as relações de Israel e os EUA. A Casa Branca, que já se havia oposto da entrada da Palestina no conselho da ONU, retirou seu apoio financeiro contra a agência.

Lembremos que a Islândia também é o único país da Europa que já colocou na cadeia alguns banqueiros (Não todos é claro), além disso deixou seus bancos quebrarem em vez de salvá-los com o dinheiro dos impostos dos trabalhadores.

Sem dúvida um exemplo que o resto dos países e povos europeus certamente não irá seguir.



Fonte:

http://multimedia.telesurtv.net/30/11/2011/60119/islandia-reconoce-a-palestina-como-estado-independiente/

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

A suposta lista das vítimas de Bashar al-Assad é falsa, Foi criada a partir de uma lista telefônica!


A maioria das supostas 3,500 vítimas do regime do presidente sírio Bashar Al-Assad estão vivas. A lista foi elaborada por uma misteriosa organização que pegou os nomes da lista telefônica. Assim o relevou ao Russia Today, Thierry Meyssan, um jornalista francês radicado na Síria.

O jornalista assegura que o ambiente anti-sírio é feito propositalmente e artificialmente e que vários meios árabes manipulam a informação sobre a situação no país. O informante está convencido de que se cria uma imagem errônea do que está acontecendo de verdade na Síria, pelo que decidiu realizar seus próprias perguntas.

Thierry assegura que o informe da ONU não conta com dados precisos e que a violência que se registra no país é gerada por grupos armados e não pelas autoridades.

É tudo mentira


Meyssan põe em dúvida a cifra dos 3,500 civis mortos supostamente pelas mãos das forças do presidente Bashar Al-Assad e demonstrou que a maioria das pessoas incluídas na lista apresentada por uma organização de direitos humanos desconhecida estão vivos, já que o documento foi feito com base na lista telefônica.

O jornalista indica que a organização era bastante misteriosa, pois por muito tempo só se sabia que tinha sua sede em Londres. Logo se descobriu que a pessoa que a dirige nasceu em Londres e têm vários passaportes. Mas quando se soube o nome do suposto diretor percebeu que era um dos dirigentes da organização “Irmãos muçulmanos”, que têm uma guerra declarada com a Síria há 30 anos.

Segundo Meyssan esta não é uma organização confiável. “Seu interesse em todo o assunto é evidente e é necessário prestar atenção a tudo que diz. O curioso é que a cada dia dão cifras das vítimas, mas nunca mencionam nomes, nunca. Só uma vez, sob pressão de um grande número de jornalistas, deram uma lista de cem pessoas. E quando começaram a apurar como morreu cada uma delas, a primeira pessoa da lista sequer estava morta, estava viva e se encontrava bem”, detalhou.

Thierry relata que quando verificaram a morte das primeiras 40 pessoas da lista resultou que tudo era falso. “O observatório inventa a informação. E como tudo começou a provocar um escândalo estão tratando de criar outra organização, mas dependerá oficial e diretamente do Conselho Nacional Sírio”, indica Meyssan.

E a nossa “querida” mídia sionista continua esbravejando 3,500 mortos como a Rede Globo, Band e a TV Record, comprova-se que essas emissoras apenas repetem aquilo que as corporações de fora dizem. É tudo uma farsa com a clara intenção de conquista de espaço territorial e recursos energéticos da Síria e o Irã.

O verdadeiro eixo do mal é Israel, EUA, União Européia, ONU, FMI, OTAN, Banco Mundial, e toda a corja de políticos marionetes de banqueiros nazi-sionistas, que usam mercenários pagos pela CIA para saquear os países.

Aguardamos qual será a próxima mentira que irão inventar nos “noticiários”.

Uma prova clara, de pretensões de países estrangeiros aliados para provocar razões falsas para meterem as mãos na Síria, como fizeram na Líbia e muitos outros países que lutaram por suas soberanias e independência das tais “superpotências”.

Três frases cabem perfeitamente o que anda acontecendo atualmente:

“A classe governante tem as escolas e a imprensa sob o seus braços. Isso permite dominar as emoções das massas”.
Albert Einstein

“Se isto fosse uma ditadura, seria tudo muito mais fácil, a partir do momento em que eu sou o ditador”.
George W. Bush

“A História nos ensina que o homem não aprende nada da História”.
George Friedrich Hegel


Fonte:

http://actualidad.rt.com/actualidad/internacional/issue_33027.html

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

George W. Bush e Tony Blair condenados por seus crimes de guerra


Culpados por crimes contra a paz e contra a humanidade na guerra do Iraque, por terem planejado a invasão de março de 2003 desde setembro de 2001, mesmo que o país atingido não tivesse armas de destruição em massa, como foi argumentado na época. Esta é a sentença proferida contra George W. Bush, ex-presidente dos EUA, e Anthony L. Blair, ex-primeiro ministro do Reino Unido. A decisão é do Tribunal de Crimes de Guerra de Kuala Lumpur (Malásia), considerando como genocídio a invasão do Iraque em 2003 realizado pelos EUA e o Reino Unido, violando os direitos internacionais.

O julgamento foi baseado graças as investigações concretas, o Tribunal Penal de Kuala Lumpur é uma iniciativa do ex-premier da Malásia Mahathir Mohamad, que se opõe firmemente as ações militares lideradas pelos EUA em várias regiões conturbadas. A audiência vem após dois anos de investigação aprofundada, incluindo depoimentos de vítimas da guerra do Iraque pela Comissão de Crimes de Guerra de Kuala Lumpur. Milhões de pessoas perderam suas vidas nas invasões imperialistas dos EUA no Iraque e no Afeganistão nesses últimos anos, e os números aumentam a cada ano que passa.

“As evidências demonstraram que ainda no dia 15 de setembro de 2001 o acusado havia planejado invadir o Iraque. Há documentos que mostram que este plano foi transmitido pelo primeiro acusado e o segundo acusado, no caso George Bush e Tony Blair. Bush havia tentado buscar a aprovação das Nações Unidas para a invasão. No dia 2 de novembro de 2002, a Resolução 1441 desautoriza o uso da força contra o Iraque. Pesquisadores das armas haviam confirmado que não havia armas de destruição em massa”, sustenta o veredito.

O texto argumenta que a “intervenção humanitária”, propósito alegado pelos dois países envolvidos - diziam querer livrar o povo iraquiano de Saddam Hussein -, não constitui base para uma invasão. Além disso, o uso da força deve ser autorizado pelo Conselho de Segurança da ONU, aponta o Tribunal. “A invasão para a mudança de um regime não tem nenhuma base jurídica no direito internacional”, afirma.

“O Tribunal ordena que os nomes dos dois criminosos sejam incluídos no registro de guerra da Comissão de Crimes de Guerra de Kuala Lumpur. E as conclusões deste Tribunal se darão a conhecer em todas as nações que são firmantes do Estatuto de Roma”, conclui.

Kuala Lumpur considera também que ainda hoje há ameças de guerra por parte dos países citados e, por tanto, “um veredito de culpa servirá como um aviso ao mundo de que os criminosos de guerra podem fugir, mas não podem, em última instância, esconder-se da verdade e da justiça”.

Sobre o Tribunal

Além de julgar crimes contra a paz, o Tribunal de Crimes de Guerra de Kuala Lumpur julga crimes contra a humanidade e de genocídio, “especialmente quando órgãos judiciais internacionais relevantes (O Tribunal de Haia por exemplo.) deixam de fazê-lo.”




Fonte:

http://multimedia.telesurtv.net/23/11/2011/59075/tribunal-malayo-culpa-a-bush-y-blair-por-crimenes-de-guerra/

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

O jovem general e filho caçula Khamis al Gaddafi, continua vivo e lutando


Khamis al Gaddafi já foi dado como morto ao menos três vezes durante o conflito bélico provocado pela OTAN, contudo a agência chinesa Xinhua divulgou na segunda passada (dia 21) que o filho caçula do líder deposto brutalmente assassinado Muammar Gaddafi, o general Khamis al Gaddafi continua vivo. Segundo um “oficial” do grupo terrorista do CNT.

O oficial pediu anonimato, disse que Seif al-Islam, outro filho de Gaddafi, confessou para as forças do Conselho Nacional de Transição (CNT) que o seu irmão caçula Khamis continua vivo.

Depois dessa declaração, os terroristas do CNT, no qual o povo líbio estão chamando de RATOS confirmaram a informação.

 Segundo as forças do CNT localizaram o paradeiro de Khamis em Terhouna, uma cidade a 90 quilômetros ao sudeste de Trípoli e espera-se sua captura nas próximas horas, disse o oficial.

Khamis é general e conduz a brigada número 32 do exército líbio e é um fanático lutador anti-imperialista que está no campo de batalha desde o início dos conflitos no país. Khamis e o seu exército já lançaram diferentes ataques contra os lacaios do CNT e os imperialistas fascistas da OTAN, no qual causaram grandes baixas ao inimigo colonialista.

A morte de Khamis já foi anunciada várias vezes desde que começou a tentativa do golpe de estado na Líbia. O valente filho do patriota africano, vai recebendo apoio unânime das tribos líbias para que continue lutando pela liberação nacional e a soberania da Líbia contra os terroristas e imperialistas fascistas que se instalaram ali.

Fonte:

http://spanish.peopledaily.com.cn/31618/7651944.html

Russia Today

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Kadafi é homenageado com um minuto de silêncio em jogo amistoso na Argélia


No último sábado dia 12, no jogo amistoso entre Argélia e Tunísia, realizado no estádio Blida Tchaker Mustapha, foi realizada a cerimonia de um minuto de silêncio em memória de Muammar Kadafi, assassinado pelo fascismo imperialista.

Antes, os torcedores argelinos homenagearam Kadafi cantando uma canção que lembrava o discurso do chefe da Jamahiriya Omar Mukhtar (Também assassinado pelos colonialistas ocidentais):

“Nunca vamos abandonar, vamos ganhar ou morrer”



Como vimos nessa como em tantas outras ocasiões, as massas árabes sabem qual é o único caminho para a dignidade e a soberania. Somente falta apoio popular e se organizarem para conseguir, Isso prova e desmascara ao mesmo tempo certas mentiras que tais mídias “profissionais” andavam dizendo sobre o Kadafi, que era odiado por todos na Líbia, a África comemoraria sua morte e mais outras mentiras que nem vale a pena serem citadas por aqui. Mas esses mesmos meios de comunicações fizeram questão de “ignorar” que a África está até hoje indignada pela brutal morte do Kadafi, ignorou também a maravilhosa notícia que a Argélia negou extraditar os familiares de Kadafi para os ratos do atual governo fantoche da Líbia e vai “ignorando” os conflitos que estão comendo à solta na Líbia entre os mercenários do “CNT” contra as tribos líbias que lutam pela soberania, independência e principalmente livrar o país nas mãos dos ocidentais que conseguiram tal feito depois desse golpe de estado criminoso.

segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Nicolae Ceauşescu segue sendo o melhor chefe de estado da história da Romênia para os romenos


Uma pesquisa realizada pelo canal de TV RTV e a empresa de estudo sociólogos CSCI publicou na última sexta-feira, perguntando aos romenos qual foi o melhor chefe de estado da história da Romênia na opinião dos entrevistados.

A pergunta era, “Quem você acha que fez mais pela Romênia como chefe de estado?”, as respostas foram as seguintes:

Nicolae Ceauşescu: 29%

Mihai I: 25%

Ion Iliescu: 20%

Emil Constantinescu: 14%

Traian Băsescu: 7%

Não souberam opinar ou não responderam: 7%

Como a maioria das pesquisas realizadas nos últimos anos, Ceauşescu segue aparecendo em primeiro lugar na valorização dos romenos sobre seus chefes de estado, pois apesar de seus defeitos, é difícil esquecer que faz três o desemprego era um conceito de ficção na Romênia, e que não estavam em risco os direitos básicos como a educação ou a saúde como sucede agora. Ademais, quando teve êxito o golpe de estado de dezembro de 1989 e a execução criminal do casal Ceauşescu a Romênia tinha uma potente indústria e uma rica agricultura, que foi destruída pelos golpistas e as potências exteriores para converter o país em uma colônia para os produtos das grandes corporações econômicas capitalistas e aos os romenos a mão de obra barata para as indústrias das potências europeias ou, em outros casos, como carne para o tráfico de trabalhadores, mulheres e diversas máfias.

O resultado mostra que cada um dos novos chefes de estado dos últimos 20 anos é pior valorizado pelos romenos, isso só prova que os olhos estão abrindo ante o manifesto que foram submetidos depois a instauração do suposto paraíso capitalista, anzol que muitos morderam nos seu dia.

A pesquisa também perguntou aos romenos a sua opinião sobre a monarquia, como motivo o recente discurso de Mihai I no Parlamento no dia de seus 90 anos de idade, discurso polêmico pois a Constituição reserva o direito de falar nesta instituição somente os chefes de estado no poder.

79% dos entrevistados tiveram interesse pelo discurso do antigo soberano, 50% tem uma opinião positiva sobre o que este foi realizado. Apesar de tudo, 85% dos entrevistados estão a favor que o sistema de governo siga sendo uma república, enquanto que somente 5% desejam a instauração de uma monarquia e 10% não tem uma opinião formada sobre o assunto.

Fonte:

http://www.agentia.org/opinii/sindromul-ceau-escu-nc-i-afecteaz-pe-rom-ni-35491.html

sexta-feira, 28 de outubro de 2011

EUA não quer que a sua violência policial seja vista no Google



O gigante da internet Google publicou um relatório no qual revela a lista dos países onde os governos tratam de vigiar e manter um estado de alerta na rede. Os Estados Unidos lidera o ranking.

A polícia exigiu recentemente ao Google que elimine alguns vídeos no qual supostamente mostra a violência e a brutalidade severa por parte das forças de segurança estadunidenses.

Outro pedido consiste no bloqueio de certos vídeos cujo o conteúdo poderia manchar a reputação dos agentes da polícia. Assim, por exemplo, ao redor de mil manifestantes do movimento ''Ocupar Wall Street'' não só foram agredidos violentamente nos últimos dias de protestos em Nova York, como também sofreram os efeitos do gás de pimenta que a polícia estadunidense usou para reduzi-los.

A empresa afirmou que a quantidade de demandas enviadas pelo Governo estadunidense, referidas a eliminação e ao bloqueio do conteúdo “não desejado”, teve um aumento recentemente de uma maneira progressiva.

O segundo lugar da lista ocupa a Índia, onde foram registrados inúmeras solicitações para retirar vídeos no YouTube que mostram múltiplos protestos contra líderes políticos e religiosos.

O mesmo acontece com a Turquia, onde os pedidos tem relação com o bloqueio do material que trata sobre a vida dos políticos e dos funcionários do Governo. A Google não concordou com nenhum pedido de ambos os países mas limitou o acesso de certos conteúdos.

Na Tailândia, a companhia limitou o acesso dos usuários de determinados vídeos que supostamente estaria insultando a monarquia, segundo as leis que vigoram no país.

Atualmente a Google é uma das poucas companhias que operam na internet que oferece regularmente um relatório sobre os pedidos que fazem os governos mundiais e os detalhes de como atua a empresa em cada caso.



Criminais e falam de “democracia, liberdade de expressão” e ainda pretendem dar ao povo um mundo de liberdades? Essa é a liberdade democrática norte-americana, fazem críticas e atacam outros países, aí está o exemplo no próprio país. Ninguém quer que saiba do mal que eles fazem, porque eles são perfeitos e que em seu país não existe problemas e nada de crises pois isso é coisa de “segundo e terceiro mundo”, a única diferença é que eles sabem ocultar muito bem as suas escórias. Também vem logo de quem, do único país terrorista e maior genocida dos séculos XX e XXI.


Fonte:

http://actualidad.rt.com/actualidad/ee_uu/issue_31562.html

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Kadafi sofreu abuso sexual antes de morrer

Muitos meios de informações estão questionando se o Kadafi foi realmente ou não vítima de abuso sexual antes de morrer, no qual muitos afirmam de uma suposta sodomização, porém o blog mundo alternativo responde essa dúvida, que na minha opinião esses grandes meios sabem de tal ato, porém fingem que não sabem de nada (aham, sei...) como a função do blog é desmascarar e/ou mostrar TUDO  ou quase tudo que a nossa mídia, no qual se diz imparcial e profissional tenta esconder de quem ela adora manipular, você mesmo!

Não dizem que uma imagem vale mais do que mil palavras, e três imagens?




Se mesmo assim as imagens não servem como provas, que tal um videozinho?


Está aí o ''suposto'' abuso sexual que o CNT, OTAN, EUA, UE estão desconfiando que possa ter acontecido.

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

A África está profundamente indignada pela brutal morte de Kadafi e seus companheiros


Os meios internacionais tratam cuidadosamente de ocultar a imensa indignação que recorre em todos os povos africanos do norte ao sul do continente depois de sair publicamente do assassinato atroz de um dos principais líderes africanos de todos os tempos, Muammar Kadafi.

O dirigente do ANC sul-africano, partido anti-racista que governa o país depois da queda do ''apartheid'' Jackson Mthembu denuncia a horrível execução de Kadafi e exige o cessar imediato dos bombardeios imperialistas sobre a Líbia. A liga dos jovens do mesmo partido (ANC) saúda a memória de Kadafi ao que considerar mártir antiimperialista e modelo de luta para a liberdade econômica da África.

O diário argelino Le Courrier d'Alger constata a indignação geral no mundo árabe-muçulmano frente a esse magnicídio. A dirigente do Partido dos Trabalhadores da Argélia Louise Hanoune denunciou esse linchamento próprio de Faroeste norte-americano. No portal costa-marfinense Abidjan En Direct foi publicado um artigo com o título ''Vae Victis (malheur aux vaincus ou anée horrible) assinado por Ahoansu Seviye que recolhe claramente o estado de ânimo da grande parte das massas e das elites africanas depois do martírio do Líder:'' Não há alternativa: a via da radicalidade na definição das relações futuras da África com Ocidente é uma evidência que só oferece a aparência do sentido comum. A ação dos bandidos ocidentais agrupados baixo as bandeiras da ONU e da OTAN na África é uma lembrança sem equívocos da natureza das atuais relações: não são mais que laços de subordinação e dominação reforçados pelo uso da violência mais cega e mais bárbara ... O africano consciente e respeitoso de seus direitos não pode permitir-se ter nenhuma ilusão: Ocidente é seu inimigo irredutível. Depois desta constatação deve aceitar a relação de enfrentamento e de guerra permanente que existe entre ele e seu adversário multissecular...''.

As massas desde a Tunísia até o Zimbabwe, desde Burkina Faso até Madagascar sentem hoje um ódio profundo ao imperialismo europeu e norte-americano.

O povo do Níger está profundamente frustrado pelo assassinato de Kadafi, relata a agência chinesa Xinhua


A agência chinesa Xinhua relata que a população de Niamey, capital da República do Níger, está profundamente frustrada pelo assassinato brutal do Líder Kadafi realizado pela OTAN e executado em sua fase final pelas suas marionetes chamadas ''rebeldes''. Um alto quadro da administração Idrissa Garba expressa sua desolação.

O senhor Chaibou lamenta o assassinato de milhares de inocentes que foram massacrados pelos ocidentais cujo único objetivo é apropriar-se das riquezas líbias, afirma. Opinou que vão lançar-se e reconstruir as infraestruturas que eles mesmos destruiram. O senhor M.Mansour destaca que Kadafi foi morto combatendo como havia prometido. Disse que para manchar sua dignidade e negar tudo o que foi feito de bom deixou alguns de seus filhos, seguramente sob efeito de droga, maltratar o seu corpo na rua.

Os nigerenses lembram a enorme generosidade do Líder líbio com seu país que iniciou-se em numerosos projetos de cooperação, a instalação de empresas líbias, a construção da grande mesquita, um hospital, cultivo de trigos e outros projetos em prol dos benefícios para o povo mais necessitado.

Fonte:

http://french.news.cn/afrique/2011-10/21/c_131205274.htm

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Argélia nega extraditar os familiares de Kadafi


O governo argelino expressou sua indignação, raiva, e frustração pelo brutal assassinato em público do Líder Kadafi por mercenários a serviço da OTAN ratificando mais uma vez e com força sua decisão de não extraditar e proteger os membros da família do Líder que solicitaram refúgio no último mês de agosto ao saírem de Trípoli.

O pedido foi feito pelo rato Mahmoud Jibril para que a Argélia entregasse todos, o governo argelino respondeu que seria o mesmo que entregar-los para torturadores sem escrúpulos. Por razões humanitárias e também de dignidade nacional, Argélia protege cuidadosamente os familiares de Kadafi.

Um gesto digno do povo de Emir AbdelKader, de Abane Ramdane, de Larbi Ben M'hidi, de Ben Bella, de Houari Boumediene e de muitos outros heróis e mártires da causa anti-imperialista.

Fonte:

http://www.lesoirdalgerie.com/articles/2011/10/24/article.php?sid=124868&cid=2

Seif al Islam à frente da resistência líbia

As vezes que a mídia já ''matou'' o Al Islam , até perdi a conta

Se os açougueiros democráticos e adoradores do bezerro de ouro acreditam que assassinando o líder acabou os problemas, logo se darão conta que estão muitos equivocados. De feito, seguramente sabem, porque tanto no Iraque como no Afeganistão milhares de seus mercenários e soldados caem vítimas de patriotas que seguem lutando por sua independência, e cada vez que cai um líder, aparece outro.

Não é Gernika, é Sirte depois das intervenções ''humanitárias'' dos EUA, junto com a OTAN e o eixo ocidental

Na Líbia, dois dias depois do brutal crime de guerra cometido contra Kadafi, Seif al Islam, uns de seus filhos, declarou que vai liderar a resistência contra as unidades rebeldes e vingará a morte de seu pai.
O sorriso de Hillary Clinton quando lhe disseram que Kadafi foi torturado e morto, o perfeito sorriso do diabo!


''Continuamos a resistência. Estou na Líbia, estou em liberdade e vou lutar até o fim para vingar a morte do meu pai'', disse Al Islam em um discurso breve na noite de sábado (23/10) pelo telecanal Ar-raj que é transmitido direto da Síria.

Os leais ao governo do líder líbio divulgaram anteriormente pela internet uma declaração no qual nomearam a Seif al Islam sucessor de Muammar Kadafi e lhe entregaram o mando da resistência.

Kadafi, foi brutalmente assassinado na última sexta (22/10) nas vizinhanças da cidade de Sirte nas mãos dos rebeldes. Junto com ele também morreram seu filho Muatasem e o ex ministro da Defesa.

Enquanto Seif al Islam conseguiu escapar de Sirte e os rebeldes declararam em várias ocasiões ter capturado e inclusive aniquilado, mas Al Islam sempre desmentiu em seus discursos breves.

Segundo espertos, o conflito na Líbia se transformará logo em uma confrontação política em uma discórdia entre as tribos. Comentam-se que Seif al Islam já conta com o apoio de várias tribos que foram leais ao seu pai e que estão dispostas a lutar contra os rebeldes para vingar a morte de Kadafi

Fonte: Ria Novosti

Kadafi morreu com dignidade, como um herói. Prometeu não abandonar seu país (quando poderia facilmente ter feito isso) e lutar até o final e assim foi feito.
Estou em um lugar seguro, onde nunca poderão me matar: No coração de milhões

Muammar Gaddafi, em uma de suas últimas mensagens

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

EUA inventa um suposto plano iraniano para bombardear Washington



As autoridades estadunidenses disseram que “neutralizaram”  um plano terrorista “concebido, patrocinado e dirigido pelo Irã” com o objetivo de assassinar o embaixador da Arábia Saudita em Washington e atentar contra as ligações diplomáticas sauditas e israelenses na capital norte-americana.

Ainda que as autoridades não apresentaram provas disseram que dois presos confessaram seus planos de assassinar o embaixador saudita e facilitado informações sobre a participação do Governo iraniano nesta tentativa de atentado.

O procurador-geral dos Estados Unidos, Eric Holder assegurou assim mesmo que os Estados Unidos tem previsto tomar medidas para que o Irã assuma sua responsabilidade pela sua participação no plano terrorista.

Ademais desses dois indivíduos, outras cinco pessoas estariam pressupostamente relacionadas com o plano segundo os EUA.   Estas cinco pessoas estariam ademais envolvidas no plano para realizar atentados “consecutivos” contra os interesses de vários países nos Estados Unidos e em outro países.



É mas cadê as provas? primeiro foi a suposta morte do Bin Laden, se não for a maior, estará entre uma das maiores mentiras não só de 2011 mas como da história, que história é essa de pescar o peixe e jogar no mar de novo? o incrível é que teve gente que acreditou. Mas agora outro caso é esse suposto plano terrorista do Irã de bombardear Washington, mas espera aí cadê as provas ah mas tem uma coisa está claro que os ianques querem fazer uma guerra entre o Irã e a Arábia Saudita já que os EUA não têm mais forças para uma guerra, o exemplo disso são os protestos que a mídia vai tentando esconder que ficou conhecido como ''Occupy Wall Street'' (Ocupar Wall Street) afinal onde estão as notícias sobre as prisões nos EUA e sobre as manifestações contra a guerra? Inventaram essa contra informação para negar os sérios problemas que a sociedade norte americana atravessa. de uma coisa é certa já começaram as justificativas furadas pra invadir o Irã...  por que? porque o Petróleo está acabando para os EUA e o Irã é a menina dos olhos deles agora, afinal na Líbia eles tiveram 80% de êxito nessa invasão ''democrática'' o pior que consegue existir pessoas que conseguem fazer o impossível, acreditar em tudo, sem se quer questionar tais informações vindas dos EUA, com isso gera uma dúvida de quem é mais ingênuo, quem acredita nos filmes de Hollywood, ou quem acredita nesses alertas. 1 Chance em 50 Milhões. Esta é a probabilidade de o IRÃ ter de fato tramado algo contra os EUA, a maior 'democracia' do mundo, que agora até barra digitalmente os protestos contra Wall Street, agindo como perfeitos nazistas. Mais um país que será destroçado em breve... é só questão de tempo.  Mas de uma coisa é certa devem ser os mesmos agentes que descobriram as armas de destruição em massa no IRAQUE, volto a dizer a EUROPA E EUA QUEBRADOS é um perigo para a paz mundial, estão saqueando tudo, o BRASIL que se cuide..... agora que o bicho tá pegando lá mesmo dentro dos EUA, com passeatas e manifestações populares anti-capitalismo (ou ganância, que dá no mesmo), vem o 'sistema' - mais manjado que a história do planeta já conheceu - e quer mudar o foco.
Se liga Obama...não dá pra matar o Bin Laden outra vez.


Fonte:

http://www.larepublica.es/2011/10/eeuu-inventa-un-supuesto-plan-irani-para-atentar-en-washington/

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

60% dos romenos reconhecem que a situação econômica era melhor no comunismo (e 86% que é cada vez mais difícil ter uma vida decente)

A última pesquisa do Instituto Romeno de Estudos Sociais (IRES) mostra que os romenos estão muitos desencantados e decepcionados com a situação atual. 86% dos participantes na enquete responderam que é muito difícil ter uma vida decente na Romênia de 22 anos depois do golpe de estado de dezembro de 1989.

As maiores preocupações dos romenos são, segundo o estudo, a corrupção generalizada, a falta de dinheiro, o desemprego e a queda da qualidade dos serviços da saúde.

Mais ainda, depois de duas décadas do ''paraíso'' capitalista, 58% dos romenos responderam que a situação econômica do país é bastante pior que antes de 1989.

O estudo do IRES conclui também que 73% dos romenos aconselharam à um jovem que encontre trabalho no estrangeiro para qual país ele ir, e só 25% lhe aconselharam que fique no país. Igualmente os 94% dos entrevistados afirmam que hoje é muito difícil comprar uma casa na Romênia (em contraste com a situação antes de 1989, quando todos tinham uma moradia digna a sua disposição e um trabalho adequado a sua formação, tudo isso dados de GRAÇA pelo governo)

As crianças romenas são cada vez mais difíceis de criar, segundo os participantes na pesquisa.
Assim, nove de cada dez romenos dizem que é muito difícil de uma criança crescer e assegurar tudo que necessita.

Sem dizer que, segundo a pesquisa, os romenos parecem ser muito exigentes, pois a maioria, que chega a 60%, pensa que só necessitam de 2000 lei (500 euros) para viver decentemente, e 25% que o salário suficiente seria entre 2000 e 3000 lei (até 750 euros). Somente 3% dizem que necessitam de 4000 lei (1000 euros) para viver.

Uma última conclusão do estudo é que nove de cada dez romenos sabem perfeitamente, segundo suas respostas, que os milionários romenos surgiram depois do golpe de estado capitalista de 1989 fizeram suas fortunas desonestamente... E terminando com uma frase que repito muito, do francês Honoré de Balzac, o regime capitalista instaurado na Romênia durante esses últimos 22 anos voltou a demostrar agora aos seus cidadãos, depois de quase 45 anos de socialismo, que ''por trás de toda grande fortuna sempre há um grande crime''. 


Fonte: 

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Protesto em Belgrado em apoio ao povo líbio e contra os crimes da OTAN



Os sérvios sabem bem como é a OTAN quando se trata de castigar um povo que ousa defender sua soberania nacional frente aos interesses dos grandes magnatas multinacionais. Por isso, seguem apoiando nas ruas a luta do povo líbio por sua independência, frente as selvagens agressões dos aviões da organização armada e o genocídio contra civis que está sendo realizado hoje contra a Líbia como foi executado há dez anos contra os próprios sérvios. Sendo engraçado que a nossa mídia no qual se diz ''profissional'' diz que está havendo uma revolução na Líbia, mas espera aí que revolução é essa que mata civis, que revolução é essa que tais países especialistas em imperialismo (EUA, Reino Unido e França, sem dizer das ocultas participações de outros países) estão fazendo uma revolução, só se for a revolução do petróleo, o mais engraçado que a mídia chama um líder que fez com a Líbia tivesse o melhor IDH da África de ditador tirano e que estava fazendo um genocídio na Líbia, sendo que quem está fazendo isso é a própria OTAN (Organização Terrorista do Atlântico Norte)













Fonte:


 http://adversariometapolitico.wordpress.com/2011/09/29/los-terroristas-de-la-otan-disparan-contra-civiles-serbios-desarmados/

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Sul-coreano é condenado a um ano de prisão por tentar passar a fronteira e fugir para a verdadeira Coreia democrática



Um sul-coreano foi condenado a uma pena de prisão de um ano por ter tentado atravessar a fronteira para a Coreia do Norte, num ato extremamente raro, informou hoje uma fonte judicial.


O homem, com cerca de 50 anos, bateu à porta do consulado norte-coreano em Shenyang, no nordeste da China, em outubro de 2010 e pediu asilo alegando a intenção de fazer campanha pela reunificação da península coreana, segundo um tribunal de Seul.
Os diplomatas norte-coreanos rejeitaram o pedido, aconselhando-o a efetuar a campanha na Coreia do Sul e o homem tentou encontrar uma passagem ao longo da fronteira entre a China e a Coreia do Norte.
Preso à chegada à Coreia do Sul, o homem foi julgado e condenado a um ano de cadeia por ter violado a Lei de Segurança de Estado que proíbe contactos com o Norte.
"Era um admirador notório da Coreia do Norte. Ele publicou inúmeros artigos na internet nos quais exprimia a sua adoração pelo país e os seus dirigentes, o que provavelmente o colocou sob a vigilância dos serviços secretos" sul-coreanos, referiu um porta-voz do tribunal à AFP.

Pérola:
O caso é extremamente raro até porque depois da Guerra da Coreia (1950-1953) os norte-coreanos é que têm procurado refúgio no Sul que já acolheu 21.700 pessoas que conseguiram fugir ao regime de Kim Jong-Il.




É meus amigos, as marionetes dos EUA aprontaram mais uma, dessa vez condenaram nessa segunda-feira um homem com aproximadamente 50 anos que tentou passar a fronteira e fugir para a verdadeira Coreia democrática, ué mas não era na Coreia do Sul que o seu povo tinha liberdade?
Que democracia é essa, que democracia é essa que censura e prende o seu próprio povo que elogia o Norte comunista? Que democracia é essa? Esse é o tal capitalismo, no que chamam de democracia. E não é a primeira vez que acontece isso, uma sul-coreana foi presa só por ter músicas da Coreia do norte no seu PEN DRIVE USB, depois um religioso sul-coreano que também foi preso só por visitar à Coreia do Norte, outro caso foi de um senhor que não se sabe o que aconteceu com ele até hoje, devido a 'democracia' da Coreia do Sul que foi à polícia só por elogiar a Coreia do Norte no seu twitter e do recente caso dos soldados sul-coreanos que foram acusados por elogiar o sistema comunista da Coreia do Norte e agora mais esse caso, aos que gostam de questionar, tudo isso está no google, só não ver quem quer e depois é a Coreia do Norte que vai contra os princípios da democracia e da liberdade, essa é a ''liberdade democrática'' que as marionetes fascistas da Coreia do Sul dá ao seu povo. 

Fonte:

domingo, 25 de setembro de 2011

Os comunistas ganham as eleições na Letônia



Os comunistas da Letônia, que lideram a coalizão Saskaņas Centrs (Centro da Harmonia), tiveram um triunfo muito importante nas eleições parlamentares realizadas em 17 de setembro. Com 28,37 % dos votos, de acordo com os resultados oficiais, a coalizão social-democrata que inclui o Partido Socialista da Letônia (comunista), o Partido Social Democrata Harmonia e o Partido Cidadão de Daugavpils, conquistaram a vitória, mas ainda teremos que ver qual fraude prepara a direita e a extrema-direita da Letônia, no qual nesses vinte anos de capitalismo fizeram o impossível para arrasar com o passado soviético, com as conquistas do socialismo. Promoveram a economia de mercado no campo através de uma política ativa de ''empréstimos bancários'' para taxas ridículas. Quando chegou a crise econômica mundial com a quebra dos grandes bancos imperialistas, A Letônia não foi exceção, e a ruína chegou à todos os agricultores e médios produtores, enganados pela farsa do que o mercado no qual iria dar as oportunidades de suas vidas.

Alfrēds Rubiks, líder comunista letão
    Três anos depois da iniciada crise econômica, os letões castigaram o conjunto de forças da burguesia compradora e dos banqueiros, ainda que quem escreve também é consciente que falta muito mais para varrê-los do poder. A Letônia se juntou com Belarus e a Moldávia no lote de países da Europa Oriental onde, vinte anos depois da dissolução da União Soviética, vencem os comunistas. A lei ultranacionalista e anticomunista da Letônia proíbe os comunistas de apresentarem o seu nome sob o seu nome histórico. Assim, devem participar como Partido Socialista da Letônia. Dirigidos pelo último prefeito comunista de Riga, Alfrēds Rubiks (1984-1990), os comunistas letões converteram-se em uma força política muito importante, apesar da proibição que pesa sobre Rubiks (proscrição melhor dizendo) para que possa apresentar-se como candidato a cargos executivos letões. Atualmente é deputado no parlamento da União Européia.

A imprensa capitalista, principalmente a ocidental, classificou essa vitória como a de uma ''coalizão pró-russa'', embora isso está muito longe de ser verdade. Se bem os russos são uma muito importante minoria étnica (44% da população), as políticas do LSP estão dirigidas a garantir os direitos de todas as minorias étnicas que os ultranacionalistas letões consideram como ''soviéticos'', ou seja, ''estrangeiros''. A Letônia é atualmente membro da União Européia e da OTAN, no qual não recebeu benefício algum. A crise econômica mundial repercutiu desta maneira no país: a contração chegou aos 4,5 % em 2008, em 2009 foi de 18% e em 2010 aproximadamente uns 4%. O desastre social traduz em uma taxa de desemprego de mais de 18%. Não existem motivos para motivar o Centro da Harmonia?. Não existem razões para votar nos comunistas? . A calamidade social da Letônia não teria ocorrido jamais nos tempos da União Soviética.

Os melhores resultados do Centro da Harmonia foram em Riga (41,56%) e Latgale (52,09%).

O programa do LSP e do Centro da Harmonia inclui a nacionalização e o ''trabalho conjunto'' de letões com os cidadãos atualmente considerados ''estrangeiros'' pelos ultranacionalistas. Também o aumento da inversão pública para o melhoramento geral do nível de vida. O LSP (Partido Socialista da Letônia, em letão: Latvijas Sociālistiskā partija, LSP) não integra a Internacional Socialista, e é partidário de uma política exterior independente das ordens de Bruxelas.

Os resultados eleitorais definitivos:  http://www.velesanas2011.cvk.lv/report-results-3.html






sexta-feira, 10 de junho de 2011

NÃO DEIXE A HISTÓRIA SE REPETIR!!!





A fascistaiada da Itália está doida para ter o Cesare Battisti em mãos, igual a corja da Alemanha Nazista com a Olga Benário e sabemos bem como foi o final dela, NÃO DEIXE A HISTÓRIA SE REPETIR!! ah o Berlusconi que estuprou não sei quantas lá na Itália segue livre até hoje!!!